Como escolher o seguro viagem sem gastar muito? 5 dicas

Certamente há muitos itens importantes para se preocupar quando você vai viajar, mas um não pode ser esquecido: o seguro viagem. Além de ser uma garantia para você viajar com mais tranquilidade, em alguns casos ele é obrigatório. Isso acontece porque em muitos países da Europa, como a França por exemplo, ele é obrigatório e deve ter cobertura mínima de 30.000 euros.

 

Economizar pesquisando bem a melhor seguradora pode ser um dinheiro a mais para gastar no seu destino! Pensando nisso, preparamos para você algumas dicas para escolher um seguro viagem. Dessa forma, você poderá escolher um seguro com o melhor custo-benefício para aproveitar sem medo de imprevistos!

 

5 dicas para escolher um seguro viagem sem gastar muito

 

Como escolher o seguro viagem

Na hora de escolher o seguro viagem, vários fatores devem ser analisados, como o destino e o perfil do viajante. Foto: Pixabay

 

Pesquisar, ter atenção ao contrato ou ainda estar por dentro das exigências do seu país de destino: tudo isso é necessário! Escolher um seguro viagem pode ser mais simples do que você imagina, principalmente com as dicas a seguir!

1) Faça pesquisas e compare preços

 

A internet oferece diversas plataformas onde você pode comparar os serviços de seguro viagem, como a Seguros Promo, por exemplo. Com isso, você pode realizar a sua pesquisa personalizada de acordo com a sua viagem e ver qual a melhor opção.

 

Esses sites, inclusive, já apresentam as melhores opções de custo-benefício no topo da lista de pesquisa. Selecione algumas para comparar o que cada uma oferece e então faça a melhor escolha!

 

O seguro para bagagens extraviadas, por exemplo, pode ser um diferencial. Em alguns casos, pagando em boleto bancário através desses sites você ainda pode garantir um desconto.

 

2) Conheça a exigência do seu destino!

 

No caso de um seguro europeu de viagem, por exemplo, você poderá ter que obedecer a algumas exigências. Os países que integram o Tratado de Schengen – cerca de 30 – exigem a apresentação do seguro viagem ainda na imigração.

 

Além disso, esse seguro deve ter cobertura mínima de 30.000 euros. Há, sim, chance de o seguro não ser solicitado quando você chegar ao país. Podemos dizer que esse é um caso de sorte, mas acredite: o prejuízo será muito maior caso ignore essa exigência!

 

A França, por exemplo, é um dos países que está dentro desse tratado. Portanto, para entrar no país não apenas deverá ter seguro viagem, como também uma cobertura mínima no valor citado.

 

Em outros locais as regras podem ser diferentes, por isso é importante a pesquisa. No Reino Unido também se exige seguro viagem do turista, mas não é determinada a cobertura mínima.

 

3) Utilize o seguro viagem do seu cartão de crédito

 

Poucas pessoas sabem dessa informação, contudo, os cartões de crédito oferecem seguro viagem gratuitamente. Obviamente, isso só está disponível se você realizar a compra das passagens através do próprio cartão. Se o seu cartão oferecer pontos para trocar em milhas aéreas, melhor ainda!

 

Esse serviço está disponível em várias bandeiras, desde Visa, MasterCard até American Express. Entretanto, é preciso ter atenção à modalidade do cartão. Normalmente, o serviço pode ser solicitado apenas para clientes Platinum e Infinite.

 

A melhor forma de saber isso é informando-se antes de comprar as passagens. Entre em contato com a operadora do seu cartão de crédito e, então, questione sobre o seguro viagem. Caso esteja disponível, atente ao processo de como habilitá-lo e qual a cobertura oferecida.

 

Dessa forma, você não precisará contratar uma seguradora específica. A empresa do seu cartão de crédito repassará toda informação referente à seguradora responsável pela viagem. Assim, você poderá recorrer diretamente a ela em qualquer situação que necessite durante a viagem.

4) Opte por um seguro viagem com cobertura familiar

 

Se você vai viajar com crianças, considere que todos os membros devem ter o seguro viagem. Portanto, a dica aqui para encontrar um seguro viagem barato é pesquisar pelas seguradoras que oferecem cobertura também para os filhos ou cônjuges.

 

Esse tipo de benefício é mais comum do que você imagina. Porém, nem todas as pessoas conhecem essa possibilidade, pois não é tão divulgada. Sendo assim, inclua sempre esse fator na sua pesquisa. No caso do seguro através do cartão de crédito, procure confirmar se há essa oferta com a empresa.

 

Normalmente os filhos menores de idade também se beneficiam do seguro contratado pelos pais. Já no caso do cônjuge o benefício pode ser menos ofertado, mas também é possível encontrar em algumas seguradoras.

 

Fique apenas atento ao seu contrato porque às vezes nem todas coberturas serão estendidas à família. Ao encontrar uma empresa que o ofereça, você economizará bastante por cada membro da família!

 

5) Contrate o seguro por conta própria

 

Por ser um serviço de viagem obrigatório para a entrada em vários países, é claro que há agências físicas que buscam intermediar a venda do seguro viagem. Entretanto, lembre-se sempre de que elas cobram uma boa taxa por esse serviço.

 

Conforme você viu na primeira dica dessa lista, há diversos sites que disponibilizam a pesquisa e contratação direta com as seguradoras. Além de não cobrar taxa, eles ainda comparam os melhores preços. Pense, enfim, por que você pagaria por isso, se pode fazer sozinho?

 

É claro que pessoas que não lidam bem com aplicativos de viagem ou não confiam na internet podem recorrer às agências. Ou, por outro lado, quem comprou um pacote inteiro com a agência pode julgar ser mais cômodo assim.

 

Contudo, se você busca um adquirir um seguro viagem com mais economia, faça isso por conta própria! Esse tipo de contratação não é complicada, basta ficar atento à cobertura que estiver adquirindo. Tenha atenção ao ler o contrato e, dessa forma, economize para a viagem!

 

Priorize o conforto e a segurança na viagem

 

É inegável a importância de uma apólice de seguro internacional para a sua viagem! Como você nunca poderá adivinhar quando terá um imprevisto, o ideal é já estar prevenido. Assim, se você tiver qualquer emergência, poderá lidar de forma muito mais tranquila entrando em contato com a seguradora.

 

Outra forma de dar mais qualidade a sua viagem é priorizar os serviços de transfer e passeios guiados. A dica é apostar em guias bilíngues e que ofereçam passeios personalizados no seu destino, como os profissionais da GIMtravel. De resto, você estará pronto (a) para aproveitar com segurança e conforto!

1 Response

Deixe seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: