Permissão Internacional para Dirigir: o que é e como solicitar?

Viajar para outro país é uma experiência incrível, principalmente se você planeja um roteiro mais “independente”. Isso pode significar o aluguel de um carro para conhecer o seu destino, mas implica também em conhecer e entender as regras da Permissão Internacional para Dirigir (PID). Esse documento é essencial e aceito em todos os países que integram a Convenção de Viena ou possuem acordos com o Brasil.

 

Neste artigo você entenderá melhor o que é e como solicitar a Permissão Internacional para Dirigir. Confira as informações que precisa saber para estar 100% preparado para a sua viagem, principalmente se a sua intenção for conhecer a França.

 

O que é a Permissão Internacional para Dirigir?

 

Embora o próprio nome seja autoexplicativo, é preciso entender melhor o que é a PID. O documento é aceito em mais de 100 países, como a França, por exemplo, graças às regras de Trânsito Viário da Convenção de Viena.

 

Na verdade, a PID é considerada uma tradução da sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Essa tradução é feita em sete línguas diferentes, de acordo com as normas estipuladas pela Convenção. Apesar disso, lembre-se de uma informação muito importante: a PID só é válida se estiver acompanhada da CNH original.

 

A diferença da PID para a CNH é que ela permite que você dirija em um país por mais de 180 dias. Isso acontece porque na maioria dos países da Convenção de Viena só é permitido dirigir com a CNH até esse período. Após isso, você deverá apresentar ambos os documentos para seguir conduzindo veículos.

A PID é obrigatória?

 

Essa pergunta é muito comum. Conforme você acabou de conferir, a Permissão Internacional para Dirigir não é obrigatória até 180 dias em um país. Contudo, o próprio Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) recomenda que você viaje com o documento.

 

Apesar de poder não ser solicitada se você dirigir dentro do período informado, o ideal é evitar imprevistos. As autoridades do país em que estiver podem, sim, solicitar a PID a você, por isso esteja prevenido!

 

Já ao alugar um carro, normalmente as empresas não solicitam a PID, apenas a CNH. Entretanto, também há a possibilidade de acontecer o contrário e você não conseguir locar o veículo pela falta da permissão.

 

Como solicitar a Permissão Internacional para Dirigir?

 

Primeiramente, se você está planejando a sua viagem, lembre-se da PID com antecedência. Como esse é um processo que envolve burocracia, você nunca tem a garantia de que nenhum problema acontecerá no caminho. Portanto, planejamento é tudo ao pensar na PID!

 

De fato, o processo para solicitar a PID é simples e fácil de ser realizado. Felizmente, hoje em dia o processo pode ser realizado completamente online em alguns estados! Para isso você deverá acessar o site do Detran do seu estado, preencher o formulário e pagar a taxa. A estimativa do órgão é de que o documento chegue em até sete dias úteis no seu endereço.

 

Em Minas Gerais e em São, por exemplo, o processo é online. Já no Rio de Janeiro você deverá realizar o agendamento online ou pelo número 0800-020-4040 e, posteriormente, comparecer ao órgão. Como esse é um processo vinculado ao Detran estadual, a dica é que você se informe sobre como funciona no estado em que fez a sua CNH.

Quanto custa o documento?

 

Como é um processo que varia conforme cada estado, não há um valor fixo para o serviço no país. Confira abaixo o valor em alguns estados brasileiros:

 

  • São Paulo: R$ 259,05
  • Rio de Janeiro: R$ 139,30
  • Rio Grande do Sul: R$ 57,60
  • Minas Gerais: R$ 159,32
  • Maranhão: R$ 182
  • Sergipe: R$ 313,70

Validade da PID

 

Assim como qualquer documento, a PID também possui validade. Na verdade, desde 2017 há duas formas de verificar a validade da PID.

 

Em tese, o documento possui validade de três anos. Contudo, é preciso avaliar também a validade da sua CNH. Se ela for inferior a isso, então essa também será a validade da sua PID. Portanto, a data que expirar primeiro será a que você deverá se basear.

Por que tirar a Permissão Internacional para Dirigir?

 

Permissão internacional para dirigir, PID

 

Você deve estar se perguntando: por que ter a PID se a maioria dos países aceita a CNH? Apesar de ter certa razão, entenda que essa é uma medida de prevenção!

 

Caso você esteja em um país que não aceita a CNH brasileira, nem pense duas vezes: solicite a PID para dirigir nele! Se você descumprir essa lei, poderá ter que arcar com duras consequências Além disso, mantenha sempre por perto o seu passaporte, para informar às autoridades internacionais que está visitando o país deles dentro da legalidade. Se não souber como tirar o passaporte, este artigo poderá ajudá-lo!

 

Mesmo que você esteja dentro da normalidade com a sua CNH no país em que estiver, reflita sobre as opções. Ao se envolver em um acidente, por exemplo, a PID poderá ser exigida pelas autoridades. E se estiver em algum país da União Europeia, além da Permissão Internacional para Dirigir, também será exigido o seguro viagem. Clique aqui para saber como escolher um seguro viagem bom e barato.

O que fazer onde a PID não é aceita?

 

Quanto aos países que não aceitam nem a CNH e nem a PID, você deverá se adequar às leis locais. Isso quer dizer que precisará passar pelo processo para ter a habilitação local caso deseje dirigir no território.

O que é a Convenção de Viena?

 

Esse acordo foi assinado em 1968. Ele estipula que os brasileiros só podem dirigir em outros países em um período acima de 180 dias quando possuírem a PID. Confira alguns dos países que integram o acordo:

 

  • Alemanha;
  • Argentina;
  • Estados Unidos;
  • Cabo Verde;
  • Inglattera;
  • Ucrânia;
  • Venezuela;
  • Uruguai;
  • República Tcheca;
  • Letôni;
  • Rússia;
  • Finlândia;
  • Grécia;
  • Romênia;
  • Portugal;
  • Espanha;
  • França.

 

Há ainda países com os quais o Brasil possui Princípios de Reciprocidade. Assim, a PID também é aceita em lugares como:

 

  • Austrália;
  • Canadá;
  • Honduras;
  • Haiti;
  • Costa Rica;
  • Indonésia;
  • Equador;
  • Coréia do Sul.

 

Previna-se na hora de dirigir!

 

Mesmo que você tenha visto que uma viagem de carro por outro país seja capaz de lhe render ótimas experiências, pode ser que você se sinta inseguro de dirigir em solo estrangeiro.Sendo assim, há outras opções para quem não deseja dirigir no seu país de destino.

 

Contar com o serviço de transfer, por exemplo, é uma delas. A GIMtravel é uma empresa especializada em apresentar aos seus clientes uma França única e exclusiva com guias bilíngues e serviços de planejamento de viagens, como traslados e dicas de locação de automóveis, barcos e outros meios de transporte na França.

 

Não quer fazer uso da Permissão Internacional para Dirigir? Então entre hoje mesmo em contato com a GIMtravel e agende sua viagem!

No Comments Yet.

Deixe seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: